quarta-feira, 12 de junho de 2019

Dinâmica Lição 11: Os evangelistas


Dinâmica: O Resgate

Objetivos:
Refletir sobre o dom de evangelista.
Exemplificar o ato de evangelizar.

Material:
- Lanternas, velas ou isqueiros para uma parte da turma (grupo 01).
- TNT preto em tiras para vendar os olhos de alguns alunos (grupo 02).

Procedimento:
- Após trabalhar o conteúdo da lição, dividam a turma em dois grupos.
O grupo 01 representará aquelas pessoas que já ingressaram no Reino de Deus, isto é, ouviram e aceitaram Sua palavra. Para este grupo, entreguem uma lanterna, vela ou isqueiros.
O grupo 02 representará aquelas pessoas que estão no reino das trevas. Para cada aluno entreguem uma faixa de TNT de cor preta.
- Façam as explicações expostas no item acima para os alunos.
- Apontando para o grupo 01, leiam Cl 1.12 a 14. Então, peçam para que acendam as lanternas, velas ou isqueiros.
- Agora, apontando para o grupo 02, leiam II Co 4.4. Solicitem para que coloquem a venda(TNT preto) sobre os olhos.
- Em seguida, perguntem para o grupo 01: O que podemos fazer para resgatar aqueles que estão no reino das trevas?
Certamente as respostas serão dirigidas para o evangelismo, a propagação da mensagem de salvação.
- Então, solicitem para que o grupo 01, com suas lanternas acesas, chegue até o grupo 02 e falem da mensagem do Evangelho.
Observação muito importante: Combinem previamente com o grupo 02, para que alguns aceitem e outros não aceitem a mensagem de salvação. O grupo 01 não deverá saber desse combinado.
- Aqueles que aceitarem deverá retirar a venda dos olhos e entrar no Reino de Deus, isto é, no grupo 01.
- Concluam, falando que devemos ser evangelizadores e que não estamos sozinhos, pois temos a ajuda do Espírito Santo. Leiam, ainda, Rm 10.14.


Por Sulamita Macedo.
fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com/

quarta-feira, 5 de junho de 2019

Dinâmica Lição 10: Os profetas em o Novo Testamento



Dinâmica: Quem é você?

Objetivo: Conhecer melhor os alunos, contextualizando o estudo sobre a chamada do jovem Timóteo.

Material:
01 folha de papel ofício para cada aluno
Vários lápis coloridos
Adesivos variados

Procedimento:
– Estudamos sobre quem é Timóteo e sua chamada através da profecia, mas agora que tal conhecer quem é você?
– Orientem para que cada aluno escreva ou desenhe quem ele é. Por exemplo:
Nome dele, do pai, mãe ou quem é responsável por ele
Idade
Apelido
Onde estuda e que ano faz
O que gosta de fazer quanto está só, em família e com os amigos.
O que deseja fazer no futuro
Quais atividades participa na Igreja
Telefone, email, facebook
Um acontecimento importante
O que ele vai escrever deve caber somente em uma folha de papel ofício, deve usar os lápis coloridos, pode desenhar e/ou utilizar adesivos etc.
- Depois, os alunos devem socializar com os colegas o que colocaram no papel.
- Vocês devem recolher todas as folhas que os alunos preencheram e guardá-las para alguma consulta posterior.


Por Sulamita Macedo.
fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com/

terça-feira, 28 de maio de 2019

Dinâmica Lição 09: Os apóstolos de Cristo


Dinâmica: Os apóstolos

Objetivo:
Oportunizar momento de estudo sobre a chamada dos discípulos de Jesus, inserindo os alunos como novos discípulos também chamados pelo Mestre.
Certificar que Jesus chamou os discípulos de “apóstolos” e falar sobre a missão deles.

Material:
Nomes digitados: Discípulo e Apóstolo
Nomes dos discípulos de Jesus
01 rolo de fita adesiva

Procedimento:
- Falem: Jesus chamou 12 pessoas para auxiliá-lo no seu ministério. Eles são chamados de discípulos. Coloquem o nome “Discípulo” no quadro.
- Perguntem: Qual o nome destes 12 discípulos?                      
Aguardem as respostas. Certamente, os alunos indicarão alguns nomes. Depois acrescentem os nomes dos demais discípulos, no quadro, observando o que está escrito em Mateus 10. 2 a 4:
“Ora, os nomes dos doze apóstolos são estes: O primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Lebeu, apelidado Tadeu; Simão, o Cananita, e Judas Iscariotes, aquele que o traiu”.
- Peçam para que os alunos repitam a leitura dos nomes, todos de uma vez, depois só os meninos, depois só as meninas, depois todos novamente.
- Falem sobre a chamada deles, mostrando alguns versículos, como:
“E, chamando os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal”(Mateus 10:1).
“Jesus enviou estes doze, e lhes ordenou, dizendo: Não ireis pelo caminho dos gentios, nem entrareis em cidade de samaritanos;
Mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel;
E, indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus.
Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai”(Mateus 10:5-8).
- Depois, façam o seguinte:
O aluno fala: Jesus chamou os discípulos(fala 03 nomes dos discípulos) e  continua chamando mais discípulos. Ele me chamou e também... (falar os nomes dos colegas).
Este procedimento deve se repetir até todos os alunos participem.
- Para finalizar, falem que Jesus chamou os discípulos de apóstolos conforme Lucas 6.13: “E, quando já era dia, chamou a si os seus discípulos, e escolheu doze deles, a quem também deu o nome de apóstolos”. Afirmem ainda que é sobre a liderança dos apóstolos o tema da lição de hoje.


Por Sulamita Macedo.
fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com/

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Dinâmica Lição 08: Cristo, nosso modelo de liderança


Dinâmica: A liderança de Jesus

Objetivo: Introduzir o estudo sobre a liderança de Jesus.

Material:
09 figuras de pés(05 direitos, 04 esquerdos)
Palavras digitadas: Envolvimento, Comprometimento, Pessoalidade, Intimidade, Visão de futuro, Missão, Tinha uma equipe, Treinou os liderados, Formou outros líderes.
Observação: colar os nomes e expressões nas figuras de pés – uma em cada figura.
Frase digitada: Modelo da liderança de Jesus

Procedimento:

Antes da aula:
- Organizem as cadeiras uma de frente para outra.
- Coloquem as figuras de pés no espaço entre as cadeiras, formando um caminho.
- Fixem no final do caminho a expressão “Modelo da liderança de Jesus”.

Durante a aula:
- Falem para os alunos que na aula de hoje o tema será sobre a liderança de Jesus. Para conhecer os princípios dessa liderança, é necessário caminhar nos passos do mestre, isto é, neste caminho formado por estas 09 figuras de pés.
- Peçam que 01 aluno retire a primeira figura de pé e leia o que está escrito no verso. O aluno deverá deixar a figura no mesmo lugar com o nome a mostra.
Este procedimento deve acontecer até a última figura de pé.
- Agora, já conhecemos os nomes que identificam os princípios da liderança de Jesus. Agora, vamos estudar sobre cada uma delas.


Por Sulamita Macedo.
fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com/

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Dinâmica Lição 07: A liderança em o Novo Testamento


Dinâmica: Com a Mão na Massa

Objetivos:
Refletir sobre o serviço cristão.
Realizar autoavaliação do serviço que prestamos como líderes.

Material:
½ folha de papel ofício e caneta para cada aluno.

Procedimento:
- Entreguem a metade da folha de papel ofício para cada aluno.
- Solicitem para que façam o desenho de uma de suas mãos, contornando-a com a caneta.
- Falem que a mão representa “trabalho, serviço, ação, atividade”.
- Peçam para que os alunos escrevam:
Dentro da mão: Aquilo que estão realizando na obra do Senhor.
Fora da mão: Aquilo que deseja realizar.
- Leiam ou cantem com os alunos a 1ª estrofe do hino da Harpa Cristã no. 394:
 “Quem sua mão ao arado já pôs, constante precisa ser; o sol declina e, logo após, vai escurecer. Avante, em Cristo pensando, em oração vigiando, com gozo e amor trabalhando, p’ra  teu Senhor”.
- Leiam ainda: I Co 12.5 a 7, I Co 4.2 e Sl 100.02
- Para concluir, façam uma oração pelos alunos apresentando o desejo de cada aluno em servir na obra do Mestre e que sejam capacitados pelo Espírito Santo.


Por Sulamita Macedo.
fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com/

quinta-feira, 25 de abril de 2019

Subsídio LIÇÃO Nº 4 – OS REIS DE JUDÁ E DE ISRAEL




INTRODUÇÃO

Apresente passagem da leitura bíblica em classe (17.14-20). Se ajusta ao tempo de Moisés na véspera de entrar na terra (14) na mesma proporção em que não se ajusta em outro tempo. A monarquia é tratada como instituição permitida, pois não é estado ordenado; era uma concessão ao desejo de os israelitas serem como as nações ao redor. Pela maior parte de sua história, Israel existiu como nação sem rei. O rei (15) devia evitar os vícios dos monarcas orientais: amor ao poder (16), às mulheres e à riqueza (17). Foi o segundo destes itens que causou a queda de Salomão (1 Rs 11.1-13), e pela multiplicação de cavalos (16) ele entrou em relações comerciais com o Egito (cf. 1 Rs 10.28,29). O rei tinha de escrever para si uma cópia da lei, provavelmente Deuteronômio mas, possivelmente, todo o Pentateuco. Tinha de lê-lo constantemente e observá-lo, para que tivesse um reinado longo e seus filhos o sucedessem. Seria escolhido dentre seus irmãos (15) e permanecer irmão, embora fosse rei (20). Era Deus quem fazia a escolha (15), expressa por intermédio de seus servos, os profetas, e endossado pelo povo (cf. 1 Sm 10.24; 16.11-13; 2 Sm 5.1-3; 2 Rs 9.1-13).

I . O REI COMO LÍDER – CARACTERÍSTICAS E FINALIDADE (Subsídio Complementares)
Um dos Requerimentos Civis para um rei deveria ser Israelense, e não estrangeiro, e durante rel reinado deveria evitar acordos políticos com nações estrangeiras ou as demais que poderia leva-los a idolatria, essas recomendações foram dadas a eles antes de entrarem na Terra Prometida, Deus os preparou advertiu e ensinou seu povo o caminho mais eficaz para preservara-los de evitar que caiam em perigos .
— As regras que seguem antecipam o pedido que os israelitas fariam: um rei. No tempo de Moisés, a nação de Israel era privilegiada por ser diferente das outras nações, pois tinha Deus como seu Rei (Êx 15.18; Nm 23.21). Quando os problemas emergiram durante o período dos juízes, alguns tentaram estabelecer uma realeza (Jz 9.1-6).

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.


Dinâmica Lição 04: Os reis de Judá e de Israel


Dinâmica: Caminhos opostos na liderança

Objetivo:
Introduzir o estudo sobre a liderança de rei Ezequiel e Acabe.
Extrair lições destes dois tipos de líderes.

Material:
01 figura de um semáforo
05 pedaços de cartolina vermelha
04 pedaços de cartolina verde
01 pedaço de cartolina amarela

Procedimento:

Antes da aula:
- Colar ou escrever nos pedaços de cartolina vermelha as seguintes características referentes ao rei Acabe:
Ímpio casou-se com uma princesa idolatra e ímpia
Tornou-se ímpio e idólatra
Perseguiu um profeta
Praticou injustiça
Fez aliança com um rei ímpio
- Colar ou escrever nos pedaços de cartolina verde as seguintes características referentes ao rei Ezequiel:
Estabeleceu o culto ao senhor
Ordenou a purificação do templo e dos levitas
Celebrou a Páscoa
Organizou o serviço dos sacerdotes e dos levitas

Na aula:
- Fixem em local visível a figura do semáforo.
- Perguntem:
Qual a finalidade de um semáforo?
Como deve ser utilizado um semáforo?
Aguardem as respostas.
- Depois, falem que o que vamos aprender nesta aula referente a liderança de 02 reis, pode ser comparada ao uso de um semáforo.
- Falem: O rei Acabe reinou 22 anos no reino do norte – Israel e o rei Ezequiel reinou 29 anos no reino do sul – Judá.
- Distribuam os pedaços de cartolinas entre os alunos.
- Peçam para que cada aluno, que recebeu o recorte em cor vermelha, leia para a turma. Em seguida, devem ler os que receberam os recortes na cor verde.
- Depois da leitura, perguntem:
De quem são estas características?
(Lembrem-se de que vocês já falaram os nomes dos 02 reis. Esta será uma forma de testar a atenção deles).
- Em seguida, vocês falem que as características negativas são do rei Acabe e as positivas do rei Ezequiel.
- Perguntem: Por que estão nestas cores? Acabe com a vermelha e Ezequiel com a cor verde?(neste momento, apontem para o semáforo).
Deixem que os alunos pensem, aguardem as respostas.
Espera-se que os alunos falem que a cor verde do semáforo indica que há condições de ir adiante, de prosseguir, de imitar, tal qual as características da liderança de Ezequiel que podem ser imitadas. Porém, a cor vermelha do semáforo nos adverte para não prosseguir, isto é, parar para que não haja problemas, tais quais as características do rei Acabe.
- Falem: Mas, está faltando a cor amarela do semáforo! Ela nos indica o cuidado para com as ações quando estamos na liderança. Ter atenção para buscar exemplos positivos.


Por Sulamita Macedo.
fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com/